Cientista e Jovem Cientista do Nosso Estado

Os programas CNE e JCNE destinam-se a apoiar, por meio de concorrência, projetos coordenados por pesquisadores de reconhecida liderança em sua área, com vínculo empregatício em instituições de ensino e pesquisa sediadas no Estado do Rio de Janeiro. Segundo o presidente da FAPERJ, Jerson Lima, a manutenção dos editais CNE e JCNE representa a consolidação da pesquisa no estado do Rio de Janeiro. “Os editais Cientista e Jovem Cientista do Nosso Estado são a garantia de que o pesquisador fluminense possa manter seu trabalho científico. Essa é uma das iniciativas mais emblemáticas da FAPERJ, que desburocratizou a forma de financiamento à pesquisa e inovação no estado e no País”, afirmou Lima..

Entre as 33 instituições contempladas nos editais CNE e JCNE, as que receberam um maior número de bolsas foram UFRJ (174), UFF (82), Uerj (67), PUC-Rio (43), FIOCRUZ (27), UFRRJ (30), UENF (13) e IMPA (07), além de outras 25 instituições no Estado. As Grandes Áreas do conhecimento que receberam o maior número de bolsas no CNE e JCNE, em ordem decrescente, são: Ciências Biológicas (113), Ciências Exatas e da Terra (86), Ciências Humanas (80), Engenharias (76), Ciências da Saúde (59), Ciências Sociais Aplicadas (43), Ciências Agrárias (29) e Linguística, Letras e Artes (12)..

As propostas selecionadas receberão recursos mensais por até 36 (trinta e seis) meses, visando prover apoio para o desenvolvimento de seus projetos de pesquisa. Os pesquisadores contemplados deverão aguardar comunicação da Fundação, por correio eletrônico, com as instruções para a implementação do auxílio. Veja a listagem dos CNEs e JCNEs da UFF  abaixo.